quarta-feira, 12 de setembro de 2012

PRA-9: Rádio Mayrink Veiga, uma Viagem no Tempo

Os microfones foram restaurados e grande parte dos equipamentos foi recriado pelo restaurador e artista Marcos Machado. A produção de material da rádio foi um dos ícones primordiais para  o realismo de várias novelas e minisséries.

Material original e, em parte, reconstruido de acordo com as pesquisas dos equipamentos utilizados na época. Algumas peças e objetos eletrônicos tiveram de ser importadas, já que não existiam mais em nenhum acervo ou patrimônio da própria rádio e em outros locais.


Grande parte dos equipamentos usados na produção foi originalmente restaurada. Alguns transmissores foram fabricados com material de época como válvulas, knobs e instrumentos pruduzidos pela Western Electric nos anos 20 e 30. Todos  foram reproduzidos detalhadamente e com introdução de efeitos especiais. 


 

Detalhes dos equipamentos usados na suite de gravação da Rádio, nos anos 30:


Todo o equipamento restaurado e reconstruido pela equipe da Rádios Antigas do Brasil, comandada e supervisionada pelo artista Marcos Machado, foi usada como cenário para a Minissérie "Dalva e Herivelto - Uma História de Amor", produzida pela Rede Globo, na Central Globo de Produções.  
                                                                    







As estações de broadcast da Rádios Antigas do Brasil, assim como seus equipamentos originais e cenográficos estão disponíveis para aluguéis em produções de novelas, minisséries, produtos para TV, cinema, teatro, publicidade e exposições itinerantes.




Restauramos, pesquisamos, reconstruímos e fazemos a manutenção de acervos públicos e particulares de equipamentos eletrônicos vintage para cenografia e produção de arte.


Contato:
                tubekingdom@hotmail.com
                radiosantigasdobrasil@gmail.com
    


19 comentários:

  1. Extraordinário. Tudo muito lindo. Parabéns a todos os envolvidos nessa "aula de história". Obrigado. Sou operador de áudio há 33 anos. Vi nascer a MALDITA, Fluminense FM, onde comecei a trabalhar, aos 14 anos. oje, depois de passar por vários prefixos, estou há 11 anos no Sitema Globo de Rádio. Ano passado completei meu curso de jornalismo, apresentando como trabalho final a história do Padre Roberto Landell de Moura e as primeiras emissoras surgidas no início dos anos 1920. Su apaixonado pelo rádio e sua história no Brasil. Pretendo fazer mestrado em história da comunicação e desejo focar minha pesquisa na Rádio Club de Pernambuco, surgida em 1919, no Recife. Polêmica história, pois oficialmente a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro se faz conhecida como pioneira através de Roquette-Pinto. Porém, creio que a história dos radioamadores de Recife precisa ser melhor contada. Inclusive, caso tenham algum tipo de registro dessa fundação, além do anuncio publicado no Diario e Pernambuco há 5 de abril de 1919, convocando assembléia para fundação da Rádio Club no dia seguinte, peço que informem.
    Muito obrigado, pelo passeio que pude fazer aqui e por qualquer informação. Gostaria de saber se posso utilizar as fotos deste site, citando a fonte, para trabalhos educativos e publicação através da Internet.
    Grato,
    Marcelo Santos
    novos_ventos@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  2. CONHECER UM POUCO DESSA RÁDIO ME DEIXOU MUITO FELIZ.COMO ERAM OS SEUS EQUIPAMENTOS E AS PESSOAS QUE FIZERAM PARTE DESSA HISTÓRIA. AQUI TAMBÉM EXISTIRAM RÁDIOS QUE TIVERAM UM PAPEL IMPORTANTE. PARABÉNS A TODOS.

    ResponderExcluir
  3. Sabendo que Chico Anysio Participou dos momentos mais áureos dessa emissora me despertou para conhecer melhor. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, José Cacio da Rosa. Grande abraço!

      Excluir
  4. há, ainda, arquivos de programas da radio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você poderá pesquisar no Instituto Cultural Cravo Albin, no Rio de Janeiro, onde eu deixei todo esse mau acervo para a posteridade. O Instituto fica na Rua São Sebastião, número 2, Urca.

      Excluir
  5. Há,ainda, arquivos de programas da r M veiga?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Rádio teve sua concessão cancelada em 1965, e passou para o MEC. Talvez a Radio MEC tenha os arquivos.

      Excluir
    2. Você poderá pesquisar no Instituto Cultural Cravo Albin, no Rio de Janeiro, onde eu deixei todo esse mau acervo para a posteridade. O Instituto fica na Rua São Sebastião, número 2, Urca.

      Excluir
  6. GERALDO EMIDIO DE SOUSA/JACAREZINHO-PR26 de fevereiro de 2013 12:29

    Meus parabéns pela iniciativa. Eu e minha mulher,tivemos o prazer ou (desprazer?), de estar-mos ouvindo o famoso humorístico da época, "Balança mas não cai" na Radio Mairinque Veiga, quando o apresentador disse mais ou menos assim.- "fomos notificados pelas autoridades competentes, para encerrarmos as transmisões, mas em breve estaremos de volta...etc...etc...", e nunca mais. Não trata-se de mero saudosismo, pois refere-se a uma época de nossa história que não pode entrar no esquecimento. Outrossim quero esclarecer-lhes que o encerramento das atividdes da emissora não foi em 1964 e sim fins de 1965 ou inicio de 1966.
    O ano de encerramento das atividades da Mairinque Veiga, não foi em 1964 e sim em 1965

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, Geraldo Emidio de Sousa! grande abraço!

      Excluir
  7. Marcos, como restaurador imagine como fiquei quando vi esse acervo raro e lindo, tudo em estado impecável, invejavel mesmo, parabens e bom ter você entre meus amigos.Roger Arantes.

    ResponderExcluir
  8. Comecei em Rádio, atuando como operador de som e a mesa era mais ou menos igual a apresentada. Naquela época o técnico de som sofria um pouco; hoje, já com computadores, gravações digitais quase é desnecessário um artista do passado que vai morrendo no tempo dos aureos períodos radiofônicos. Jair Ministro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me empenhei sozinho nessa tarefa de trazer o áureo passado da Rádio Mayrink Veiga....mas agora ela existe novamente, para que no futuro possam fazer pesquisas, para TV, cinema, teatro, etc...

      Excluir
  9. Mayrink Veiga, que foi arbitrariamente cassada pelos militares, por apoiar o Presidente João Goulart, e também para favorecer o aliado de primeira hora daqueles, roberto marinho (com letras minúsculas mesmo, pois esse nome não merece nenhum destaque), que foi quem ganhou a concessão para colocar no ar a Rádio Eldorado/RJ

    ResponderExcluir
  10. Um espetáculo - Bárbaro mesmo, estou encantada

    ResponderExcluir